Pré-Inscrição: UFCD 6221 - Contabilidade pública


Abertas pré-inscrições em Lisboa e Península de Setúbal para ativos empregados e desempregados

Datas de Realização

24,28,30 de junho, 2,5,7,9 de julho

Horas de Realização

9h30-13h00, primeiro dia 9h00-13h00

Formador/a

Carlos Mezes

Objetivos

  • Identificar e aplicar as regras da contabilidade pública.

Conteúdos

  • Enquadramento da reforma da administração financeira do estado
  • Serviços públicos (Tipos de regime)
  • Contabilidade Pública (Noção e objectivos)
  • Receitas e despesas públicas
    • Conceito e tipos
    • Classificação orçamental
    • Princípios que condicionam a liquidação das despesas
  • Orçamento do Estado
    • Noção. Princípios e regras a observar na sua elaboração
    • Execução do orçamento: regras a observar, dotações orçamentais, duodécimos e cabimentos
    • Alterações orçamentais
  • Orçamento dos serviços
  • Orçamento por actividades
  • Orçamentos privativos
  • Realização da despesa
    • Princípios e regras fundamentais
    • Fases e procedimentos

* Os conteúdos são sempre adaptados ao perfil dos formandos

* As temáticas integradas nos cursos serão aprofundadas de acordo com o perfil dos formandos e constituição das turmas

Destinatários

  • Público com idade maior ou igual a 18 anos
  • Ativos empregados com habilitações iguais ou superiores ao 6º ano (nível 2) ou 9ª ano (nível 4)
  • Desempregados detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, com idade maior ou igual a 23 anos

Carga Horária

25 horas

Modalidade de Formação

Formação a distância / Live Training

Requisitos

Computador/tablet com acesso à internet, microfone e câmara.

Certificação

No final da ação de formação será emitido um Certificado de Formação Profissional, caso tenha obtido aproveitamento, ou um Certificado de Frequência com o número de horas frequentadas. Para efeitos de conclusão da formação com aproveitamento e posterior certificação, a assiduidade do formando não pode ser inferior a 90 % da carga horária total. As faltas não podem exceder 5% do total das horas de formação, no caso das injustificadas, ou 10%, no somatório das faltas justificadas e injustificadas.

Pré-Inscrição

DGert
Lisboa2020
Portugal2020