Políticas públicas

Datas de Realização

4, 5, 11, 18 de julho

Horário

10h00-13h00

Modalidade de Formação

Formação Profissional Continua

Forma de Organização

Formação em Live Training

Número de horas

12 horas

Formador/a

Carlos Pimenta

Destinatários

Os principais destinatários deste programa são as equipas próximas e alargadas envolvidas nos projetos aprovados no âmbito do concurso «Connecting Dots – Mobilidade Artística e Desenvolvimento de Públicos» – os elementos que integram as entidades promotoras (entidades artísticas nacionais) e as entidades parceiras dos projetos apoiados (municípios, entidades artísticas dos Países Doadores e outros parceiros locais nos setores culturais, sociais e educacionais).

Enquadramento

Este módulo centra-se nas questões relacionadas com a formulação de políticas públicas para a cultura, que afetam organizações culturais, projetos culturais e comunidades produtoras de cultura, local e globalmente. Este módulo foi desenhado no sentido de explorar todas as relações entre a cultura e a esfera pública no mundo atual em constante mudança e movimento.
Este módulo combina formação teórica baseada nas ciências sociais e exercícios práticos de gestão de projetos, oferecendo estudos de caso e formatos de simulação.

Objetivos gerais da aprendizagem

  • Adquirir competências no planeamento e implementação de estratégias de programação, gestão, financiamento e divulgação no âmbito da produção de atividades artísticas.
  • Compreender o contexto de implantação das atividades culturais e as consequências na valorização dos agentes, da população e do território.

Descrição dos objetivos específicos da aprendizagem

  • Ser capaz de enquadrar os projetos artísticos e culturais no contexto geral das políticas para o sector.
  • Ser capaz de identificar as mudanças no sector artístico e cultural exercendo um sentido crítico no que respeita à necessidade de novas respostas em termos de políticas públicas.
  • Ser capaz de entender o fenómeno da cultura digital e as transformações que tem provocado no sector artístico e cultural.
  • Ser capaz de utilizar as novas tecnologias para o desenvolvimento das organizações e projetos culturais.

Conteúdos programáticos

Acolhimento dos Formandos e apresentação da ação
O que são políticas públicas culturais?
A agenda setting
Indicadores, data, informação, interpretação, definição e implementação
Estratégias bottom-up e top-down
O co-design
Políticas públicas para a cultura (a nível local, nacional e europeu/internacional)
Políticas públicas sobre o território e o combate às assimetrias regionais
Políticas públicas no contexto pandémico – análise de alguns exemplos nacionais e internacionais
O contexto digital e os desafios que apresenta no contexto das políticas públicas para a cultura: a simbiose entre o território físico e o território virtual
Avaliação e Encerramento

Metodologia de desenvolvimento dos conteúdos programáticos

Metodologias: Métodos expositivo e participativo
A abordagem metodológica será teórico-prática, com recurso a vivências dos formandos nesta área, a trabalhos colaborativos e de co aprendizagem, recorrendo-se a trabalhos de grupo e outros métodos pedagógicos (debate, brainstorming, casos de estudo, trabalho de projeto).
Em matérias específicas poderá recorrer-se a especialistas.
O processo de comunicação síncrono (ocorrendo online, em “tempo real” e com todos os participantes em simultâneo, através do Live Training) permite recorrer ao áudio, ao vídeo e a informação partilhada.
O processo de comunicação assíncrono será efetuado nos canais da plataforma da Significado, um por cada módulo/formador, através de uma tutoria ativa, realizada durante e após o términus da formação síncrona. Nestes canais os formadores estarão disponíveis para lançar questões para discussão, aprofundar as temáticas abordadas e incentivar projetos reais
Avaliação: Os resultados da aprendizagem e a metodologia de avaliação da aprendizagem dos formandos: Avaliação qualitativa continua no decorrer da formação

Regime de assiduidade

As faltas não podem exceder 25% do total das horas de formação.

Certificação

No final da ação de formação será emitido um Certificado de Formação Profissional, caso tenha obtido aproveitamento, ou um Certificado de Frequência com o número de horas frequentadas.  Todos os formandos com uma presença igual ou superior a 75% das horas letivas de cada módulo de formação terão direito a um certificado de participação em cada um dos módulos.