Gestão de projetos artísticos

Datas de Realização

19, 20, 26, 27 de setembro

Horário

10h00-13h00

Modalidade de Formação

Formação Profissional Continua

Forma de Organização

Formação em Live Training

Número de horas

18 horas

Formador/a

Susana Graça e Carlos Pimenta

Destinatários

Os principais destinatários deste programa são as equipas próximas e alargadas envolvidas nos projetos aprovados no âmbito do concurso «Connecting Dots – Mobilidade Artística e Desenvolvimento de Públicos» – os elementos que integram as entidades promotoras (entidades artísticas nacionais) e as entidades parceiras dos projetos apoiados (municípios, entidades artísticas dos Países Doadores e outros parceiros locais nos setores culturais, sociais e educacionais).

Enquadramento

Este módulo centra-se na exploração do conceito de projeto no contexto cultural e artístico e na transmissão de conteúdos e ferramentas de apoio ao desenho e implementação desses projetos. Como entender que vale a pena implementar a ideia do projeto, ler melhor as necessidades do público-alvo e encontrar a abordagem certa para organizar a dinâmica de uma equipa para que ela seja naturalmente capaz de implementar quaisquer conceitos e ideias, serão alguns assuntos a explorar.

Objetivos gerais da aprendizagem

  • Ser capaz de planear, estabelecer estratégias de implementação e executar um projeto artístico
  • Ser capaz de implementar ações de divulgação de um projeto artístico identificando os recursos e instrumentos necessários

Descrição dos objetivos específicos da aprendizagem

  • Ser capaz de desenhar um projeto artístico de acordo com uma estrutura legível e eficaz
  • Ser capaz de responder adequadamente a requisitos de diferentes financiadores e decisores
  • Ser capaz de estabelecer métodos de gestão financeira seguindo os princípios da eficácia, eficiência e economia
  • Ser capaz de fazer corresponder adequadamente a componente das atividades com a componente financeira de um projeto artístico
  • Ser capaz de definir uma estratégia de comunicação, implementar o plano e avaliá-lo
  • Ser capaz de identificar as oportunidades que o digital contempla no contexto da comunicação

Conteúdos programáticos

Acolhimento dos Formandos e apresentação da ação

Conceção e implementação de projetos culturais

  • Desenhar e implementar projetos artísticos
    • Pilares de um projeto: gestão interna e externa, comunicação interna e externa, monitorização e avaliação.
    • Definir a razão de ser do projeto e as necessidades que aborda.
    • Definir metodologias e estratégias de implementação.
    • Determinar objetivos, resultados e impactos do projeto.
    • Construir indicadores de performance e de resultado adequados a um projeto artístico.
    • Integrar questões transversais num projeto artístico: igualdade de género, diversidade e representatividade, sustentabilidade ambiental.
    • Gestão de equipas e de consórcios.
    • Grupos-alvo: das atividades do projeto, das ações de comunicação do projeto, entre outros.
    • Gestão de risco: definir riscos e respetivas medidas de mitigação.
  • Gestão financeira
    • Conceptualização de um projeto artístico em linguagem económica e financeira.
    • A relação entre as atividades e a sua expressão financeira.
    • Itens orçamentais mais comuns: significado e interpretação.
    • A leitura financeira de um projeto artístico na perspetiva do avaliador.

Comunicação cultural e o desafio digital

  • Comunicação cultural
    • O plano de comunicação
  • Criação e gestão de marcas culturais
  • Desafio digital
    • “O digital como dimensão de tudo”
    • Novas estratégias de comunicação tendo em conta o potencial das TIC
    • Case-study: a estratégia de comunicação da TATE

Avaliação e Encerramento

Metodologia de desenvolvimento dos conteúdos programáticos

Metodologias: Métodos expositivo e participativo
A abordagem metodológica será teórico-prática, com recurso a vivências dos formandos nesta área, a trabalhos colaborativos e de co-aprendizagem, recorrendo-se a trabalhos de grupo e outros métodos pedagógicos (debate, brainstorming, casos de estudo, trabalho de projeto).
O processo de comunicação síncrono (ocorrendo online, em “tempo real” e com todos os participantes em simultâneo, através do Live Training) permite recorrer ao áudio, ao vídeo e à informação partilhada.
O processo de comunicação assíncrono será efetuado nos canais da plataforma da Significado, um por cada módulo/formador, através de uma tutoria ativa, realizada durante e após o término da formação síncrona. Nestes canais os formadores estarão disponíveis para lançar questões para discussão, aprofundar as temáticas abordadas e incentivar projetos reais
Avaliação: Os resultados da aprendizagem e a metodologia de avaliação da aprendizagem dos formandos: Avaliação qualitativa contínua no decorrer da formação

Regime de assiduidade

As faltas não podem exceder 25% do total das horas de formação.

Certificação

No final da ação de formação será emitido um Certificado de Formação Profissional, caso tenha obtido aproveitamento, ou um Certificado de Frequência com o número de horas frequentadas.  Todos os formandos com uma presença igual ou superior a 75% das horas letivas de cada módulo de formação terão direito a um certificado de participação em cada um dos módulos.