Dimensões artísticas e de programação

Datas de Realização

12, 13, 19, 20 de julho, 5, 6, 12, 13 de setembro

Horário

10h00-13h00

Modalidade de Formação

Formação Profissional Continua

Forma de Organização

Formação em Live Training

Número de horas

24 horas

Formador/a

José Pedro Caiado e Carlos Pimenta

Destinatários

Os principais destinatários deste programa são as equipas próximas e alargadas envolvidas nos projetos aprovados no âmbito do concurso «Connecting Dots – Mobilidade Artística e Desenvolvimento de Públicos» – os elementos que integram as entidades promotoras (entidades artísticas nacionais) e as entidades parceiras dos projetos apoiados (municípios, entidades artísticas dos Países Doadores e outros parceiros locais nos setores culturais, sociais e educacionais).

Enquadramento

Este módulo centra-se na exploração do ato de ser criativo em conjunto, criando oportunidades de mudança, impactando tanto o indivíduo, como a sua comunidade e os artistas envolvidos. O módulo baseia-se na discussão das maneiras como as práticas concretas condicionam o discurso, a política, a história e as práticas mais amplas das artes comunitárias. O módulo transmitirá informação teórica sobre a história da prática artística da comunidade e apresentará casos reais para análise e debate.

Objetivos gerais da aprendizagem

  • Compreender as relações entre ação cultural, mediação e programação cultural e ou artística.
  • Compreender os novos desafios do on-line no que respeita à programação cultural e ser capaz de identificar meios e instrumentos para a prossecução da mesma.
  • Identificar, aprofundar e problematizar o conceito de práticas Artísticas Comunitárias, e as diversas perspetivas do que se entende por Arte e Educação, Trabalho Comunitário e Envelhecimento Ativo.

Descrição dos objetivos específicos da aprendizagem

  • Desenvolver capacidades de carácter reflexivo e metodológico no âmbito da sustentabilidade e dos processos de avaliação em projetos artísticos assentes na prática comunitária.
  • Desenvolver capacidade de análise sobre as diferenças entre cada área relacionada com o contexto genérico de “programação cultural” e definir estratégias que se adaptem aos destinatários.
  • Ser capaz de identificar os desafios proporcionados pelo on-line e agir dentro deste contexto específico.

Conteúdos programáticos

Acolhimento dos Formandos e apresentação da ação

Programação Cultural

  • O que é a programação cultural?
  • A quem se destina?
  • Programação cultural | Mediação | Ação Cultural
  • Os “novos notáveis”
  • A programação cultural e os desafios do digital
  • A curadoria on-line

Práticas artísticas comunitárias

Arte e educação

  • Conceito de Arte e Educação
  • Tipo de atividades
  • Dimensões pedagógicas da Arte e Educação
  • Objetivos de Arte Educação
  • Defender o Direito à Educação e à Participação Cultural
  • Desenvolver Capacidades Individuais
  • Melhorar a Qualidade de Educação (padrões de qualidade)
  • Promover a Diversidade Cultural
  • Fatores de enquadramento de projetos de Arte Educação
  • A nova literacia
  • Disposições estruturais
  • Princípios metodológicos
  • Educação para, pela Arte
  • Definições
  • História da Educação pela Arte em Portugal

Trabalho comunitário

  • Arte Participativa e Arte Comunitária
    • Definições e História
    • Campos de Ação
  • Parcerias
    • Oportunidades, Desafios e Estratégias
  • Processos de Avaliação em Arte e Comunidade
    • Planificação
    • Recolha de informação
    • Sistematização e interpretação
    • Reflexão
    • Divulgação

Arte e envelhecimento ativo

  • Conceito de Envelhecimento Ativo
  • Envelhecimento Ativo e Envelhecimento Criativo
  • Importância da atividade artística no desenvolvimento global dos adultos em idade avançada
  • Objetivos
  • Alguns projetos realizados em Portugal
  • Análise de um caso: Teatro e Comunidade – Projeto de Investigação com Seniores

Avaliação e Encerramento

Metodologia de desenvolvimento dos conteúdos programáticos

Metodologias: Métodos expositivo e participativo
A abordagem metodológica será teórico-prática, com recurso a vivências dos formandos nesta área, a trabalhos colaborativos e de co-aprendizagem, recorrendo-se a trabalhos de grupo e outros métodos pedagógicos (debate, brainstorming, casos de estudo, trabalho de projeto).
O processo de comunicação síncrono (ocorrendo online, em “tempo real” e com todos os participantes em simultâneo, através do Live Training) permite recorrer ao áudio, ao vídeo e à informação partilhada.
O processo de comunicação assíncrono será efetuado nos canais da plataforma da Significado, um por cada módulo/formador, através de uma tutoria ativa, realizada durante e após o términus da formação síncrona. Nestes canais os formadores estarão disponíveis para lançar questões para discussão, aprofundar as temáticas abordadas e incentivar projetos reais.
Avaliação: Os resultados da aprendizagem e a metodologia de avaliação da aprendizagem dos formandos: Avaliação qualitativa contínua no decorrer da formação

Regime de assiduidade

As faltas não podem exceder 25% do total das horas de formação.

Certificação

No final da ação de formação será emitido um Certificado de Formação Profissional, caso tenha obtido aproveitamento, ou um Certificado de Frequência com o número de horas frequentadas.  Todos os formandos com uma presença igual ou superior a 75% das horas letivas de cada módulo de formação terão direito a um certificado de participação em cada um dos módulos.