PT | EN

Promover a Sustentabilidade do Emprego + Formação e + Empregabilidade

Designação do projeto: Promover a Sustentabilidade do Emprego + Formação e + Empregabilidade
Região de intervenção: Lisboa

Entidade beneficiária: Significado – Consultoria, Formação e Informática, Lda

Código do projeto: LISBOA-05-3524-FSE-000176
Data de aprovação: 26-01-2018
Data de início: 12-03-2018
Data de fim: 28-09-208
Custo total elegível: 934. 119,99
Apoio financeiro da União Europeia: 467.060,00
Apoio financeiro público nacional/regional: 467.059,99

Resumo

O projeto da Significado à Formação Modular da região de Lisboa cruzou a Especialização Inteligente de Lisboa 2014-2020, o Sistema de Identificação e Antecipação de Necessidades de Qualificações e as Áreas prioritárias de formação profissional 2016-2017 do IEFP com as necessidades e de 11 municípios, que representam 60% da região de Lisboa.

A candidatura é destinada a empregados e desempregados visando a inserção e progressão profissional e a criação de novos empregos.

Objetivos, atividades e resultados esperados

Objetivos

O projeto tem como principais finalidades:

  • Qualificar os ativos empregados em contextos de mudança organizacional e processos de reestruturação com vista a aumentar as competências e os níveis de qualificação, contribuindo para a manutenção do emprego;
  • Reforçar a qualificação profissional dos ativos desempregados, potenciando o regresso mais sustentado ao mercado de trabalho.

Os objetivos gerais do plano de formação são os seguintes:

  • Aumentar a empregabilidade dos ativos empregados em risco de desemprego e dos desempregados, através do desenvolvimento de competências para o mercado de trabalho;
  • Responder a necessidades de qualificação dos ativos empregados, em contextos de mudança organizacional e processos de restruturação, com vista a aumentar as competências e os níveis de qualificação dos mesmos, contribuindo para a manutenção do seu nível de emprego;
  • Aumentar a qualificação profissional dos ativos desempregados visando a sua integração sustentada no mercado de trabalho;
  • Reduzir o défice de qualificação escolar e profissional da população, potenciando assim, as suas condições de empregabilidade, evitando a empregabilidade precária, e fomentar a manutenção do emprego;
  • Elevar os níveis de qualificação em áreas prioritárias, em termos de empregabilidade;
  • Responder às necessidades detetadas na população inscrita nos CQEPS da Região de Lisboa e Península de Setúbal, integrando no plano de formação desempregados por eles encaminhados;
  • Atualizar e aprofundar conhecimentos de forma a ajustar/adaptar os saberes às necessidades das organizações, do trabalho e da sociedade;
  • Aprofundar e desenvolver competências técnicas, sociais e relacionais;
  • Atuar preventivamente sobre o fenómeno de desemprego, potenciado pela escassa qualificação e formação dos ativos empregados;
  • Ajustar as qualificações dos ativos às necessidades do mercado de trabalho;
  • Potenciar a adaptação às transformações tecnológicas e organizacionais;
  • Promover melhores condições de trabalho, no seio das organizações e o desenvolvimento de setores de atividades considerados estratégicos, no plano socioeconómico;
  • Alargar as possibilidades de acesso à formação por parte dos ativos empregados, através da sua estruturação modular e do ajustamento das ofertas;
  • Garantir a capitalização das formações de curta duração, realizadas no quadro de um determinado percurso formativo;
  • Promover a igualdade de oportunidades, através do desenvolvimento de estratégias integradas e de base territorial para a inclusão social;
  • Desenvolver uma resposta integrada que reduza as vulnerabilidades sociais e económicas, provocadas fundamentalmente pela situação face ao emprego e ao risco de desemprego que pode conduzir a graves problemas sociais e económicos e à exclusão social;
  • Providenciar mecanismos de acompanhamento dos formandos, durante e após a conclusão da formação, facilitadores da inserção profissional dos desempregados e da progressão profissional e/ou salarial dos empregados.

Áreas de Formação Aprovadas

Código e respetiva Área:

  • 213 Audiovisuais e Produção dos Média
  • 341 Comercio
  • 342 Marketing e Publicidade
  • 345 Gestão e Administração
  • 481 Ciências Informáticas
  • 729 Saúde
  • 761 Serviços de Apoio a Crianças e Jovens
  • 762 Trabalho Social e Orientação
  • 811 Hotelaria e Restauração
  • 812 Turismo e Lazer